Lista de Preços de Finasterida - Aurobindo Pharma

    25.8025.80BRL1

    Sem ofertas de Finasterida - Aurobindo Pharma nas farmácias online .

    Encontre similares, bulas, e tire dúvidas
    Para que Finasterida - Aurobindo Pharma e indicado?

    Finasterida - Aurobindo Pharma é um medicamento Genérico, seu princípio ativo é finasterida , é fabricado por Aurobindo Pharma , sua indicação de uso é Hormônios E Enzimas e é necessário apresentar receita no momento da compra.

    Medicamentos genéricos com o mesmo princípio ativo de Finasterida - Aurobindo Pharma

    Finasterida - Teuto

    Finasterida - Teuto é um medicamento Genérico seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 7,41

    Finasterida - Germed

    Finasterida - Germed é um medicamento Genérico seu princípio ativo é finasterida

    Finasterida Germed

    Finasterida Germed é um medicamento Genérico seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 9,84

    Finasterida - Merck

    Finasterida - Merck é um medicamento Genérico seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 12,07

    Medicamentos referência com o mesmo princípio ativo de Finasterida - Aurobindo Pharma

    Propecia

    Propecia é um medicamento Referência seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 182,78

    Proscar

    Proscar é um medicamento Referência seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 242,26

    Medicamentos similares com o mesmo princípio ativo de Finasterida - Aurobindo Pharma

    Excalv

    Excalv é um medicamento Similar seu princípio ativo é finasterida

    Pros HP

    Pros HP é um medicamento Similar seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 27,53

    Fendical

    Fendical é um medicamento Similar seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 27,82

    Finastec

    Finastec é um medicamento Similar seu princípio ativo é finasterida

    Medicamentos similar equivalente com o mesmo princípio ativo de Finasterida - Aurobindo Pharma

    Finalop

    Finalop é um medicamento Similar Equivalente seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 44,22

    Flaxin

    Flaxin é um medicamento Similar Equivalente seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 56,16

    Prohair

    Prohair é um medicamento Similar Equivalente seu princípio ativo é finasterida

    Finastil

    Finastil é um medicamento Similar Equivalente seu princípio ativo é finasterida

    a partir de R$ 73,72

    INDICAÇÕES

    Finasterida é indicado para o tratamento e o controle da hiperplasia prostática benigna (HPB) e para a prevenção de eventos

    urológicos para:

    • Reduzir o risco de retenção urinária aguda;

    • Reduzir o risco de cirurgias, incluindo ressecção transuretral da próstata e prostatectomia.

    Finasterida diminui o tamanho da próstata aumentada, melhora o fluxo urinário e os sintomas associados à HPB.

    Pacientes que apresentam aumento do volume da próstata são os candidatos mais adequados para a terapia com finasterida.

    CONTRAINDICAÇÕES

    Finasterida não é indicado para mulheres e crianças.

    Finasterida é contraindicado nos seguintes casos:

    • hipersensibilidade a qualquer componente do produto;

    Este medicamento é contraindicado para uso por mulheres e crianças.

    Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidasou que possam ficar grávidas durante o tratamento. (veja

    ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES: Gravidez: Exposição à Finasterida - Risco para osFetos do Sexo Masculino).

    POSOLOGIA E MODO DE USAR

    A posologia recomendada é de 1 comprimido de 5 mg diariamente, com ou sem alimentos.

    Posologia na Insuficiência Renal

    Não é necessário ajuste posológico para pacientes com graus variados de insuficiência renal

    (depuração de creatinina de até 9mL/min), pois os estudos de farmacocinética não indicaram qualquer alteração da

    biodisponibilidade da finasterida.

    Posologia em Idosos

    Não é necessário ajuste posológico para pacientes idosos, embora estudos de farmacocinética tenham demonstrado certa diminuição

    na eliminação da finasterida em pacientes com mais de 70 anos de idade.

    REAÇÕES ADVERSAS

    Finasterida é bem tolerado.

    No estudo PLESS, a segurança e a eficácia de finasterida foram avaliadas em 1.524 pacientes tratados com 5 mg/dia e em 1.516

    pacientes que receberam placebo durante 4 anos. O tratamento foi descontinuado por 4,9% dos pacientes (n= 74) em razão de

    efeitos adversos associados a finasterida em comparação com 3,3% (n= 50) que receberam placebo. Um total de 3,7% dos

    pacientes (n= 57) tratados com finasterida e 2,1% (n= 32) dos que receberam placebo descontinuou a terapia por causa de efeitos

    adversos relacionados à função sexual, que foram os efeitos adversos mais frequentemente relatados.

    As únicas reações adversas clínicas consideradas pelo investigador como possível, provável ou definitivamente relacionadas ao

    medicamento, cuja incidência com finasterida foi ≥1% maior do que com o placebo durante os 4 anos do estudo, foram as

    relacionadas à função sexual, queixas relacionadas relativas às mamas e erupções cutâneas. No primeiro ano do estudo, as seguintes

    reações adversas comuns (> 1/100 e ≤1/10) foram relatadas: impotência (finasterida8,1% vs. placebo 3,7%); e diminuição da libido

    (finasterida6,4% vs. placebo 3,4%). Adicionalmente, a seguinte experiência adversa incomum (> 1/1.000 e ≤1/100) foi relatada:

    distúrbios da ejaculação (finasterida0,8% vs. placebo 0,1%). No 2º e no 4º ano do estudo, a incidência desses três efeitos não

    diferiu significativamente entre os grupos de tratamento. As incidências cumulativas no 2ºe no 4º ano foram: impotência (5,1% com

    finasterida; 5,1% com placebo); diminuição da libido (2,6%; 2,6%) e distúrbios da ejaculação (0,2%; 0,1%). No primeiro ano do

    estudo, diminuição do volume ejaculado foi comumente (> 1/100 e ≤1/10) relatado em 3,7% e 0,8% dos pacientes tratados com

    finasterida e placebo, respectivamente; no 2º e no4º ano, a incidência cumulativa foi de 1,5% com finasterida e de 0,5% com

    placebo. No primeiro ano do estudo as seguintes reações adversas incomuns (> 1/1.000 e ≤1/100) também foram relatadas:

    ginecomastia (finasterida0,5% vs. placebo 0,1%), aumento da sensibilidade das mamas (finasterida

    0,4% vs. placebo 0,1%) e erupção cutânea (finasterida0, 5% vs. placebo 0,2%). No 2º e no4ºano, as incidências cumulativas foram:

    ginecomastia (1,8%; 1,1%), aumento da sensibilidade da mama (0,7%; 0,3%) e erupção cutânea (0,5%; 0,1%).

    O perfil de experiências adversas nos estudos fase III controlados com placebo, com 1 ano de duração e nas extensões de 5 anos,

    incluindo 853 pacientes tratados durante 5 a 6 anos, foi semelhante ao relatado no 2º e no 4º ano do estudo PLESS. Não há

    evidência de aumento de experiências adversas com o aumento da duração do tratamento com finasterida. A incidência de novas

    experiências adversas sexuais relacionadas ao medicamento diminuiu com a continuidade do tratamento.

    Outros dados delonga duração

    Em um estudo de 7 anos, controlado com placebo, que envolveu 18.882 homens saudáveis, dos quais 9.060 tinham dados

    disponíveis de biópsia de próstata para análise, foi detectado câncer de próstata em 803 homens tratados com finasterida(18,4%) e

    1.147 homens que recebiam placebo (24,4%).

    10

    No grupo de finasterida, 280 homens (6,4%) tiveram câncer de próstata detectado por biópsia de agulha com escore de Gleason 7-

    10 vs. 237 homens (5,1%) no grupo placebo. Análises adicionais sugerem que o aumento na prevalência elevada de câncer de

    próstata observado no grupo de finasterida pode ser explicado por viés de detecção devido ao efeito de finasterida no volume da

    próstata. Do total de casos de câncer de próstata diagnosticado neste estudo, aproximadamente 98% foram classificados como

    intracapsular (estágio clínico T1 ou T2) no diagnóstico. O significado clínico de dados Gleason 7-10 é desconhecido.

    Câncer de mama

    Durante os 4 a 6 anos do estudo MTPOS, comparativo e controlado com placebo, que envolveu 3.047 homens, foram detectados 4

    casos de câncer de mama em homens tratados com finasterida, mas nenhum caso em homens não tratados com finasterida. Durante

    os 4 anos do estudo PLESS, controlado com placebo, foram detectados 2 casos de câncer de mama em homens tratados com

    placebo, mas nenhum caso nos homens tratados com finasterida. Durante o estudo de 7 anos, controlado com placebo,

    ProstateCancerPreventionTrial (PCPT), que envolveu 18.882, foi detectado um caso de câncer de mama em homens tratados com

    finasterida e um caso de câncer de mama em homens tratados com placebo. Houveram relatos pós-comercialização de câncer de

    mama com o uso de finasterida. A relação entre o uso prolongado de finasterida e neoplasia de mama masculina é atualmente

    desconhecida.

    Experiência Pós-comercialização

    As seguintes reações adversas adicionais foram reportadas em uso pós-comercialização com finasterida e/ou finasterida em baixas

    doses. Como estas reações são relatadas voluntariamente, nem sempre é possível estimar a frequência ou estabelecer um

    relacionamento causal à exposição da droga.

    Após a comercialização, foram relatados os seguintes efeitos adversos:

    - reações de hipersensibilidade tais como prurido, urticária e angioedema (incluindo edema dos lábios, língua, garganta e face);

    - depressão;

    - diminuição da libido que continua após a descontinuação do tratamento;

    - disfunção sexual (disfunção erétil e distúrbio da ejaculação) que continua após descontinuação do tratamento, dor testicular,

    infertilidade masculina e/ou baixa qualidade do sêmen. A normalização ou melhoria da qualidade do sêmen tem sido relatada após a

    descontinuação da finasterida.

    Achados dos Testes Laboratoriais

    Ao se avaliar o exame de PSA, deve-se considerar que os níveis de PSA diminuem em pacientes tratados com finasterida(veja

    ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES).

    Não foram observadas outras diferenças nos parâmetros laboratoriais entre os pacientes tratados com placebo ou finasterida.

    Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária – NOTIVISA, disponível em

    www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária Estadual ou Municipal.

    Farmácias perto de Você

    Você pode comprar Finasterida - Aurobindo Pharma em farmácias na sua região

    Selecione abaixo sua região para obter os telefones das farmácias e drogarias

    Estado:
    Ver lojas próximas a você