Princípio Ativo Lactobacillus Rhamnosus

O Lactobacillus rhamnosus é uma cepa de bactéria probiótica encontrada naturalmente no trato gastrointestinal humano. É classificado como um probiótico devido aos seus benefícios para a saúde intestinal. Essa cepa específica de bactéria é capaz de aderir às células intestinais e protegê-las contra a invasão de patógenos prejudiciais.

O Lactobacillus rhamnosus é amplamente utilizado como suplemento alimentar ou em produtos lácteos fermentados, como iogurte e leite kefir. Também pode ser encontrado em forma de cápsulas ou comprimidos em alguns casos, para aqueles que necessitam de doses mais concentradas.

Este probiótico tem vários benefícios para a saúde, incluindo o fortalecimento do sistema imunológico, melhora da digestão, regulação do trânsito intestinal, redução da inflamação e auxílio na prevenção de infecções intestinais, como a diarreia associada a antibióticos e a diarreia infecciosa.

Além disso, estudos também têm mostrado que o Lactobacillus rhamnosus pode ser eficaz na prevenção e tratamento de problemas de pele, como eczema, e em casos de intolerância à lactose.

Antes de utilizar qualquer suplemento contendo Lactobacillus rhamnosus, é importante consultar um profissional de saúde para obter orientações sobre o uso apropriado e a dosagem adequada para a sua condição específica.

Mostrando 3 medicamentos com o mesmo princípio ativo encontrado em Lactobacillus Rhamnosus

Comparar Preços de Culturelle Probiótico

Culturelle Probiótico seu princípio ativo é lactobacillus rhamnosus

a partir de R$ 35,30

Comparar Preços de Probiatop

Probiatop é um medicamento Referência seu princípio ativo é lactobacillus acidophilus + lactobacillus casei + lactobacillus rhamnosus + bifidobacterium longum

a partir de R$ 63,90

Comparar Preços de Simbioflora

Simbioflora é um medicamento Referência seu princípio ativo é lactobacillus acidophilus + lactobacillus casei + lactobacillus rhamnosus + bifidobacterium longum

a partir de R$ 86,87

Mostrando 3 medicamentos

Atenção! Decisões sobre o tratamento de pacientes devem ser tomadas por profissionais autorizados, considerando as características de cada paciente, não use a auto-medicação, leia a bula.