Folinato de Cálcio - Eurofarma Preço

358.86358.86BRL1

Sem ofertas de Folinato de Cálcio - Eurofarma nas farmácias online .

Encontre similares, bulas, e tire dúvidas
Para que Folinato de Cálcio - Eurofarma e indicado?

Folinato de Cálcio - Eurofarma é um medicamento Genérico, seu princípio ativo é folinato de calcio , é fabricado por Eurofarma , sua indicação de uso é Tratamento De Anemia e é necessário apresentar receita no momento da compra.

Medicamentos referência com o mesmo princípio ativo de Folinato de Cálcio - Eurofarma

Fauldeleuco

Fauldeleuco é um medicamento Referência seu princípio ativo é folinato de calcio

a partir de R$ 166,06

Medicamentos similares com o mesmo princípio ativo de Folinato de Cálcio - Eurofarma

Lifolin

Lifolin é um medicamento Similar seu princípio ativo é folinato de calcio

Prevax

Prevax é um medicamento Similar seu princípio ativo é folinato de calcio

a partir de R$ 40,73

Medicamentos similar equivalente com o mesmo princípio ativo de Folinato de Cálcio - Eurofarma

Tevafolin

Tevafolin é um medicamento Similar Equivalente seu princípio ativo é folinato de calcio

INDICAÇÕES

O folinato de cálcio solução injetável é indicado para reduzir a toxicidade e como antídoto após terapia com

antagonistas do ácido fólico, como o metotrexato (resgate com ácido folínico, "rescue"); em casos de eliminação

diminuída do metotrexato e na superdosagem acidental de antagonistas do ácido fólico.

Folinato de cálcio é também indicado no tratamento da anemia megaloblástica devido à deficiência de folatos,

quando a terapia oral não é adequada.

Folinato de cálcio pode também ser utilizado em terapia combinada com 5-fluoruracila (5-FU) para aumentar a

eficácia desse fármaco no tratamento paliativo de pacientes portadores de carcinoma colorretal avançado.

CONTRAINDICAÇÕES

Este medicamento é contraindicado em pacientes que apresentam hipersensibilidade ao folinato de cálcio ou a

qualquer componente da fórmula.

Folinato de cálcio não deve ser utilizado no tratamento de anemia perniciosa ou outras anemias megaloblásticas

secundárias à deficiência de vitamina B12. Pode ocorrer remissão hematológica, enquanto continuam a progredir

as manifestações neurológicas.

POSOLOGIA E MODO DE USAR

Folinato de cálcio pode ser administrado por via intravenosa ou intramuscular.

O folinato de cálcio não deve ser administrado por via intratecal. No caso de via intravenosa, não se deve

administrar mais que 160 mg de folinato de cálcio por minuto, devido ao conteúdo de cálcio da solução.

Quando for necessária a infusão intravenosa, o folinato de cálcio deve ser diluído em glicose 5% ou cloreto de

sódio 0,9%, ambos em água para injetáveis. As soluções resultantes diluídas de folinato de cálcio em glicose 5%

ou cloreto de sódio 0,9% são estáveis por 24 horas quando armazenadas sob refrigeração (temperatura entre 2ºC

a 8°C). Para evitar risco de contaminação microbiana, a infusão deve ser iniciada logo após a preparação.

Soluções reconstituídas para administração parenteral devem ser inspecionadas visualmente quanto a partículas e

descoloração antes da administração desde que o recipiente assim o permita. Não utilize as soluções se elas

estiverem turvas ou contiverem partículas em suspensão.

"Resgate" com ácido folínico após terapia com alta dose de metotrexato

Os esquemas posológicos com o ácido folínico variam de acordo com a dose de metotrexato administrada e se a

eliminação de metotrexato está prejudicada.

Considerando-se uma dose de metotrexato de 12-15 g/m2

, administrada por infusão intravenosa em 4 horas, o

ácido folínico deve ser utilizado na dose de 15 mg (aproximadamente 10 mg/m2

) a cada 6 horas, num total de 10

doses. A terapia de resgate geralmente se inicia 24 horas após o início da administração do metotrexato. Os

níveis séricos de creatinina e metotrexato devem ser determinados pelo menos uma vez ao dia e ajustada a dose

de ácido folínico.

Pacientes que apresentam eliminação diminuída inicial do metotrexato são susceptíveis ao desenvolvimento de

insuficiência renal reversível. Esses pacientes também requerem contínua hidratação e alcalinização urinária,

bem como monitorização cuidadosa de seu equilíbrio hídrico e eletrolítico até que os níveis de metotrexato

caiam abaixo de 0,05 micromolar e a insuficiência renal tenha sido solucionada.

Essa versão não altera nenhuma anterior

01_folinato_calcio_solução_injetavel_bula_47_Profissional_saúde Página 5

25/7/2013

RDC Nº 47 de 08/09/2009

Após a administração de metotrexato, alguns pacientes podem apresentar anormalidades significativas na sua

eliminação ou na função renal. Essas anormalidades podem ou não estar associadas com significativa toxicidade

clínica. No caso de se observar toxicidade clínica significativa, o uso do ácido folínico como "resgate" deve

continuar por um período adicional de 24 horas (total de 14 doses em 84 horas), nos ciclos terapêuticos

subsequentes. Caso sejam observados anormalidades laboratoriais ou sinais clínicos de toxicidade, deve-se

reavaliar a possibilidade de que o paciente esteja recebendo outros medicamentos que interajam com o

metotrexato.

Superdosagem de antagonistas do ácido fólico ou eliminação diminuída do metotrexato

Quando se suspeita de superdosagem de metotrexato, a dose de ácido folínico deve ser igual ou maior que a dose

de metotrexato e deve ser administrada dentro de uma hora após a administração do metotrexato. Se houver

eliminação diminuída do metotrexato, a terapia com ácido folínico deve ser iniciada dentro de 24 horas após a

administração do metotrexato.

No caso de superdosagem com metotrexato, o ácido folínico deve ser administrado por via intravenosa ou

intramuscular na dose de 10 mg/m2

a cada 6 horas, até que os níveis séricos de metotrexato estejam abaixo de

10-8

M.

Se, após 24 horas, os níveis de creatinina aumentarem 50% acima da linha de base, ou se os níveis de

metotrexato forem maiores que 5 x 10-8

M, ou ainda, se após 48 horas seu nível for maior que 9 x 10-7

M, a dose

de ácido folínico deve ser aumentada para 100 mg/m2 a cada 3 horas por via intravenosa até que os níveis de

metotrexato sejam inferiores a 10-8

Recomenda-se monitorar diariamente os níveis séricos de creatinina e metotrexato, para ajustar a dose do ácido

folínico e, adicionalmente, alcalinizar a urina (pH igual ou superior a 7,0) e aumentar sua eliminação (por

hidratação). Situações onde esse procedimento é apropriado incluem pacientes com eliminação retardada ou

diminuída de metotrexato.

Anemia megaloblástica devido à deficiência de ácido fólico

A dose máxima recomendada de ácido folínico é de 1,0 mg ao dia.

Carcinoma colorretal avançado

O ácido folínico deve ser administrado na dose de 200 mg/m2

em injeção lenta, durante pelo menos 3 minutos,

seguido da injeção venosa de fluoruracila na dose de 370 mg/m2. O tratamento deve ser repetido diariamente por

5 dias e esses ciclos devem ser repetidos a intervalos de 4 semanas (28 dias) por duas vezes. Repetir a cada 4 a 5

semanas (28 a 35 dias) de intervalo, desde que o paciente tenha se recuperado completamente dos efeitos tóxicos

do tratamento anterior. Em tratamentos subsequentes, a dose de fluoruracila deve ser ajustada com base na

tolerância do paciente ao tratamento anterior (vide item 5. Advertências e Precauções). As doses de ácido

folínico não devem ser ajustadas pela toxicidade. Embora existam outros esquemas terapêuticos eficazes

utilizando ácido folínico + fluoruracila no tratamento do carcinoma colorretal avançado, ainda é necessária

pesquisa clínica adicional para confirmar a segurança e eficácia desses esquemas alternativos. No tratamento

com folinato de cálcio a dose deverá ser ajustada ou a terapêutica prolongada de acordo com as recomendações

da tabela abaixo.

Recomendação de dose e administração de ácido folínico:

Situação Clínica Dados Laboratoriais Doses de folinato de cálcio /

duração do tratamento

Eliminação normal de metotrexato Nível sérico de metotrexato de

aproximadamente 10 µM 24 horas

após administração, 1 µM após 48

horas e menos de 0,2 µM após 72

horas.

15 mg, IM ou IV, a cada 6 horas,

por 60 horas (10 doses iniciando

24 horas após o início da infusão

de metotrexato).

01_folinato_calcio_solução_injetavel_bula_47_Profissional_saúde Página 6

Eliminação diminuída tardia de

metotrexato

Nível sérico de metotrexato

permanecendo acima de 0,2 µM

após 72 horas e mais de 0,05 µM

após 96 horas da administração.

15 mg IM ou IV, a cada 6 horas,

até o nível de metotrezato estar

menos do que 0,05 µM.

Eliminação precoce diminuída de

metotrexato e/ou evidência de

doença renal aguda

Nível sérido de metotrexato de 50

µM ou mais após 24 horas ou 5

µM ou mias 48 horas após a

administração, ou: um aumento

igual ou superior a 100% nos

níveis séricos de creatinina 24

horas após a administração de

metotrexato (ex.: um aumento de

0,5 mg/dL para um nível de 1,0

mg/dL ou mais).

150 mg, IV, a cada 3 horas, até o

npivel de metotrrexato ser menor

do que 1 µM.; em seguida 15 mg,

IV, a cada 3 horas atá o nível do

metotrexato ser menor que 0,5 µM.

REAÇÕES ADVERSAS

São raras as reações adversas associadas ao ácido folínico, embora tenha sido relatada pirexia após

administração parenteral, bem como sensibilização alérgica, incluindo reações anafilactoides e urticária, após

administração parenteral ou oral. Relataram-se náuseas e vômitos com o uso de doses muito altas de ácido

folínico.

Em terapia combinada com fluoruracila, a toxicidade deste é aumentada pelo ácido folínico. As manifestações

mais comuns são estomatite, diarreia e leucopenia, que podem ser dose-limitantes. Em pacientes com diarreia,

pode ocorrer uma rápida deterioração clínica que pode levar a óbito.

Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária - NOTIVISA,

disponível em http://www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a Vigilância Sanitária

Estadual ou Municipal.

Farmácias perto de Você

Você pode comprar Folinato de Cálcio - Eurofarma em farmácias na sua região

Selecione abaixo sua região para obter os telefones das farmácias e drogarias

Estado:
Ver lojas próximas a você